TEX 1 - A Chicotada

978-989-54880-3-2

Novo produto

Argumento de PASQUALE RUJU e desenho de MARIO MILANO

No rosto e nas memórias de Diego Portela, encontram-se cravadas as marcas do suplício sofrido às mãos de Don Alvarado. Agora que chegou a hora da vingança, o seu caminho vai cruzar-se com o de Tex Willer que, acompanhado por Kit Carson, se encontra no México no rastro de um grupo de traficantes.

Mais detalhes

11,89 €

-10%

13,21 €

Adicionar à Lista de desejos

Mais informação

“NINGUÉM ME PRIVARÁ DA MINHA VINGANÇA!”

No rosto e nas memórias de Diego Portela, encontram-se cravadas as marcas do suplício sofrido às mãos de Don Alvarado. Agora que chegou a hora da vingança, o seu caminho vai cruzar-se com o de Tex Willer que, acompanhado por Kit Carson, se encontra no México no rastro de um grupo de traficantes.

Criado em 1948 por Gianluigi Bonelli e Aurelio Galleppini, Tex é um dos mais antigos cowboys da banda desenhada europeia, e a mais popular personagem dos fumetti italianos da editora Bonelli. Nesta colecção, alguns dos maiores desenhadores da BD italiana e mundial têm oportunidade de desenhar Tex em histórias criadas expressamente para a cor e para o formato mais ambicioso dos álbuns de BD franco-belga.

Edição portuguesa de "A Chicotada", enriquecida, no seu interior, com um desenho original de Tex, feito propositadamente por Mario Milano para a edição portuguesa, bem como entrevistas aos autores e estudos de capas.

Sobre os autores

Nascido em 1962, Pasquale Ruju entra na equipa de autores de Dylan Dog em 1995, escrevendo um curto episódio, e estreia-se na série mensal em Maio de 1997 com Il richiamo della foresta, desenhado por Luigi Piccatto. Em seguida, escreve para Nathan Never, Martin Mystère e Tex, série onde se irá estrear em 2004. Firma-se na série a partir de 2010 com a aventura La prova del fuoco, desenhada por Ernesto García Seijas. Desde há uns anos, é um dos autores mais prolíficos de Tex. Em 2016, publica para as Edizioni E/O o seu primeiro romance, Un caso come gli altri, que se torna finalista do Premio Scerbanenco (que distingue o melhor policial publicado em cada ano em Itália) em 2016. Em 2017 e 2018 escreve, ainda para as Edizioni E/O, os romances Nero di mare e Stagione di cenere, ambos protagonizados pelo repórter Franco Zanna.

Mario Milano nasceu em Foggia em 1968. Depois da licenciatura, alterna a sua actividade de cenógrafo com a de autor de banda desenhada. A sua estreia propriamente dita ocorre em 1994, quando Milano começa a colaborar com a Sergio Bonelli Editore. Desenha para Zona X e, a partir de 1999, para Nick Raider, a que se seguirá Magico Vento. Para além do mercado italiano, colabora também com o mercado francês, nomeadamente com trabalhos para La Compagnie des ténèbres, para a Glénat, e Tuna Mara, para a Humanoïdes Associés. Entra na equipa de Tex desenhando Il villaggio assediato, uma aventura para a série mensal, e La pista dei Sioux, para um Color Tex. Paralelamente à sua actividade de desenhador, dedica-se também à ilustração e à pintura com aerógrafo.

“…uma história amarga que se inclui na mais clássica tradição texiana. No centro da trama, seca e concisa, está o tema da vingança, um dos mais caros na literatura do western, especialmente a da Fronteira”.

- MangaForever (um dos principais sites de BD de Itália)

Detalhes

  • 56 páginas a cores
  • Capa dura
  • Formato 20 x 28