The Worst of Álvaro

978-989-99989-1-9

Novo produto

Há uns anos numa entrevista ao Paulo Gonzo, o entrevistador, um rapaz alegre, muito divertido e de riso saltitante, perguntou-lhe quando é que ele editava um Worst of. O músico não disse o que terá pensado, carregou nos travões a fundo, olhou de lado e... e riram-se. Hummm... um dia tenho de fazer uma destas, pensei na altura. E antes que se torne numa moda, cá vai.

Mais detalhes

2 Itens

Aviso: Últimos itens disponíveis!

11,00€ sem IVA

Adicionar à Lista de desejos

Mais informação

Há uns anos numa entrevista ao Paulo Gonzo, o entrevistador, um rapaz alegre, muito divertido e de riso saltitante, perguntou-lhe quando é que ele editava um Worst of. O músico não disse o que terá pensado, carregou nos travões a fundo, olhou de lado e... e riram-se.

Hummm... um dia tenho de fazer uma destas, pensei na altura. E antes que se torne numa moda, cá vai.

Neste livro encontram-se algumas bandas desenhadas que realizei numa altura em que ainda tinha poucas despesas, algum tempo, mais energia, ainda não adormecia em frente da TV, uma coluna resistente e expectativas pouco realistas. São das primeiras que desenhei e que não enviei para o aterro municipal.

Álvaro nasceu em 1970. Em 1993 licencia-se em Arquitectura na FAUTL, actividade que exerceu a tempo inteiro até fins da década de 90, tendo paulatinamente vindo a passar-se da elaboração de projectos de licenciamento para as aulas de formação profissional a adultos e de explicações a adolescentes.

Na área da BD já tem umas coisas editadas.“Sexo, Mentiras e Fotocópias”, “Balcão Trauma” Vol. 1 e 2, “No Presépio...”, este com argumento de José Pinto Carneiro e contemplado no Amadora BD 2014 com o prémio Melhor Álbum de Tiras Humorísticas e "Conversas com os Putos" vencedor do prémio Melhor Álbum de Tiras Humorísticas no Amadora BD 2017.

72 pág.|p/b|Brochado|

Avaliações

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

The Worst of Álvaro

The Worst of Álvaro

Há uns anos numa entrevista ao Paulo Gonzo, o entrevistador, um rapaz alegre, muito divertido e de riso saltitante, perguntou-lhe quando é que ele editava um Worst of. O músico não disse o que terá pensado, carregou nos travões a fundo, olhou de lado e... e riram-se. Hummm... um dia tenho de fazer uma destas, pensei na altura. E antes que se torne numa moda, cá vai.

20 outros produtos na mesma categoria: