Novo Preço reduzido! A Princesa Desencantada Ver maior

A Princesa Desencantada

978-989-54775-3-1

Novo produto

Bem-vindos ao reino de Gastón, preso ao norte de Portugal e de Espanha por uma unha negra. Para além de paraíso fiscal, Gastón é também paradeiro de celebridades e refúgio para lavagem de dinheiro, nomeadamente da máfia italiana.

Mais detalhes

9 Itens

16,13 €

-10%

17,92 €

Adicionar à Lista de desejos

Mais informação

Bem-vindos ao reino de Gastón, preso ao norte de Portugal e de Espanha por uma unha negra. Para além de paraíso fiscal, Gastón é também paradeiro de celebridades e refúgio para lavagem de dinheiro, nomeadamente da máfia italiana. É em Gastón que encontramos a advogada Beatriz Alves. As coisas não estão fáceis para Bia, como prefere ser tratada. Sem dinheiro para manter o estilo de vida glamoroso do reino, desabafa com os leitores do seu blogue, confessando-se uma “duranga” crónica. Para complicar mais as coisas, Vítor, o seu chefe, responsável pela sua estadia em Gastón é alguém por quem nutre sentimentos confusos e contraditórios. Ainda não recuperou da depressão causada pelo iminente divórcio com Roberto, a sua alma não tão gémea assim. E, para cúmulo, apaixonou-se perdidamente pelo príncipe Carlos Henrique, um tenista mulherengo e herdeiro do trono de Gastón. Será a atrapalhada Bia capaz de resolver os seus problemas emocionais e financeiros sem se envergonhar perante as elites do reino?

---

Irina Sopas nasceu em 18 de Setembro de 1984, em Luanda, Angola. Tem nacionalidade luso-angolana e mora em Portugal. Também já morou no Rio de Janeiro, Brasil, onde tirou o bacharelato em Direito. É poetisa e romancista.

---

“Apesar de todo o glamour e requinte que a rodeia, Bia Alves é provavelmente uma das personagens mais desastradas de sempre, mas, como a Irina bem sabe, é assim que a queremos. Afinal de contas esta é uma comédia romântica de toques bem portugueses, composta por um sólido elenco de cromos, incapazes de evitar a catadupa de alhadas em que nos transportam. Se a vida é um circo, então Bia Alves encontra-se ao centro do palco, a nossa inusitada mestra de cerimónias.”
— Pedro Nuno Galvão —

“Um cocktail perfeito para rir e esconder o rosto de pura vergonha alheia! Pelos santinhos literários, perdi a conta das vezes que escondi o rosto. Uma história deliciosa. A Bia é uma personagem única e divertida, que tem de lidar com as intempéries da sua vida. Poderia ser a vida de uma de nós, leitoras, e dificilmente nos deixa indiferente.”
— Nádia Santos —
@livros_nas_estrelas

“Improvável, mas surpreendentemente divertido, parte de uma sucessão de circunstâncias singulares para contar uma história de amor extravagante, relações atribuladas e uma protagonista que é estranha, sim, mas com quem é absurdamente fácil simpatizar. Peculiar, mas cheio de surpresas, um livro inesperadamente viciante”
— As Leituras do Corvo —
http://asleiturasdocorvo.blogspot.com/