Novo O Terceiro Chega em Maio Ver maior

O Terceiro Chega em Maio

Novo produto

O Terceiro Chega em Maio é uma obra póstuma do cineasta António de Macedo que reúne vários contos da sua autoria, por si selecionados e organizados cronologicamente, de 1997 a 2012. A aposta do autor nos diálogos torna a leitura leve, sem prejuízo da carga por vezes filosófica que os raciocínios transportam - bem como a maturidade do próprio António de Macedo enquanto criador.

Mais detalhes

9 Itens

16,00€

Adicionar à Lista de desejos

Mais informação

O Terceiro Chega em Maio é uma obra póstuma do cineasta António de Macedo que reúne vários contos da sua autoria, por si selecionados e organizados cronologicamente, de 1997 a 2012. Ao longo da obra, acompanhamos o desabrochar de um artista com várias vozes, apaixonado pelo fantástico, pelo horror e pelo absurdo. Os cenários são diversificados e férteis, levando o leitor tanto a temer pelos protagonistas como a apaixonar-se pelo mistério construído e desconstruído página a página. A aposta do autor nos diálogos torna a leitura leve, sem prejuízo da carga por vezes filosófica que os raciocínios transportam - bem como a maturidade do próprio António de Macedo enquanto criador.

Sobre o autor

António de Macedo nasceu em Lisboa em 1931. Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade Clássica (Curso de Ciências Pedagógicas e antigo curso de Literaturas Clássicas – Grega, Latina e Portuguesa) e a Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, onde se formou em Arquitectura em 1958. Exerceu durante alguns anos a profissão de arquitecto que abandonou em 1964 para se dedicar à actividade de cineasta, escritor e professor. Inclui na sua extensa filmografia dezenas de documentários, programas televisivos e filmes de intervenção sociopolítica, bem como onze longas-metragens de ficção. Paralelamente, especializou-se na investigação e estudo das religiões comparadas, de esoterologia, de história da filosofia, da estética audiovisual e das formas literárias e fílmicas de ficção especulativa, temas que abordou em inúmeros colóquios, conferências e em diversas publicações, quer de ficção, quer de ensaio. Tem publicados mais de uma dezena de livros, entre romances de ficção fantástica e ensaios temáticos. Entre 2001 e 2005 dirigiu a colecção literária Bibliotheca Phantastica da antiga Editora Hugin; em Setembro de 2001 foi homenageado pelo 30º Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz, pelo contributo prestado à cultura cinematográfica portuguesa; em Maio de 2007 recebeu o Prémio Consagração de Carreira, da Sociedade Portuguesa de Autores; em 2012 foi homenageado pela Cinemateca Portuguesa com uma retrospectiva da sua obra cinematográfica completa, exibida durante os meses de Junho e Julho; e em Novembro do mesmo ano recebeu o Prémio de Carreira «Sophia 2012», da Academia Portuguesa de Cinema. Em 2013 foi a vez do Fantasporto lhe dedicar uma homenagem com atribuição do troféu Prémio de Carreira, com textos subordinados ao tema «António de Macedo - O Fantástico no Cinema Português», inseridos no catálogo do 33o Festival Internacional de Cinema do Porto — Fantasporto 2013; e em 2014 recebeu o Prémio ADAMASTOR «Personalidade Fantástica 2014», atribuído pelo Colectivo Trëma e pelo Fórum Fantástico. O seu livro Lovesenda, ou Enigma das Oito Portas de Cristal recebeu o Prémio Escolha do Ano no Fórum Fantástico em 2017. Faleceu a 5 de Outubro de 2017. A Editorial Divergência nomeou em sua homenagem o Prémio Anual para manuscritos inéditos.

Ficha Técnica

Título: O Terceiro Chega em Maio
Autor: António de Macedo
Coordenação editorial: Pedro Cipriano e Madalena Nogueira dos Santos
Revisão: Júlia Pinheiro e Leonor Macedo
Artista de capa: Inês Pedro Borges
Composição: Inês Pedro Borges
Depósito Legal: 446027/18
ISBN: 978-989-54200-4-9
218 páginas
Tiragem: 100 exemplares

Avaliações

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

O Terceiro Chega em Maio

O Terceiro Chega em Maio

O Terceiro Chega em Maio é uma obra póstuma do cineasta António de Macedo que reúne vários contos da sua autoria, por si selecionados e organizados cronologicamente, de 1997 a 2012. A aposta do autor nos diálogos torna a leitura leve, sem prejuízo da carga por vezes filosófica que os raciocínios transportam - bem como a maturidade do próprio António de Macedo enquanto criador.

20 outros produtos na mesma categoria: